Prayer

Uma meditação dos Mistérios Gloriosos - Março-Abril de 2015

1. A Ressurreição do Senhor

"O Amor é forte como a morte", e "as águas caudalosas não conseguirão apagar o fogo do amor, nem as torrentes o podem submergir", diz-nos o Cântico dos Cânticos (8, 6-7).

Mistério deste Amor invencível, cuja vitória se desenrolará inteiramente ao longo da história.


2. A Ascensão de Jesus ao Céu

Portuguese

Uma meditação dos Mistérios Dolorosos - Março-Abril de 2015

1. A Agonia de Jesus no Jardim das Oliveiras

Senhor, quanto desejaríeis, nessa hora dolorosa, ter o apoio dos vossos amigos, a sua companhia na oração! Mas assim não aconteceu.

Vós, que sois o Amor, ensinai-nos a nunca desesperar de nós mesmos e do nosso próximo.


2. A Flagelação de Jesus

Senhor, o vosso corpo está entregue à violência dos homens, enraizada nos seus corações. Quem é, então, o mais livre, a vítima inocente, ou os carrascos?

Portuguese

Uma meditação dos Mistérios Gozosos - Março-Abril de 2015

1. A Anunciação

A Anunciação, mistério deste Deus que Se fez pequenino por nós, em Maria. Senhor, por que Vos fizestes tão pequenino?

Não há outro motivo senão Vós mesmo, porque Vós sois Amor e o Amor faz-se pequeno.


2. A Visitação

A Visitação, mistério desta mulher ansiosa por ajudar e comunicar. O que é que vos fez correr, Maria, pelas colinas da Judeia, ao encontro da vossa prima Isabel?

O Amor, porque já O leváveis em vós e queríeis partilhá-lo depressa.

Portuguese

Prier les mystères glorieux avec sainte Catherine de Sienne

La Résurrection

« Dieu l'a exalté et lui a donné le nom au-dessus de tout nom. » (Ph 2, 9)

La divinité du Verbe assista aux souffrances de son corps, mais après sa Résurrection, elle changea en lumière les ténèbres de son humanité et la rendit immortelle. (Prières, 20, 7)

Que la lumière du Seigneur pénètre dans les familles brisées pour y faire renaître l'amour.


L’Ascension

French

Prier les mystères lumineux avec sainte Catherine de Sienne

Le Baptême

« Il advint qu'en ces jours-là Jésus vint de Nazareth de Galilée, et il fut baptisé dans le Jourdain par Jean. » (Mc 1,9)

Le Christ ôte dans le baptême la mort du péché, et rend la vie de la grâce. Le mort respire aussitôt, et en signe de vie, il rejette ses péchés par une humble confession. (Traité sur la Providence, 140, 10)

Que les convertis s'ouvrent à la grâce du baptême et persévèrent dans la foi.


Cana

« Tu as gardé le bon vin jusqu'à maintenant. » (Jn 2,10)

French

Pages

Subscribe to Prayer