«E o nosso coração não descansa, enquanto não descansar em Ti, Senhor» - Santo Agostinho

"O Evangelho com Maria"

O nosso tema do ano: «Permanecei no meu amor» (João 15,9)

 

Conhecemos o Amor do Pai dos Céus pelos seus filhos da terra, graças ao testemunho de Jesus, nosso Irmão encarnado, há «2000 anos.» Pois Jesus oferece a cada homem um amor incondicional. No Natal, descobrimos a sua vulnerabilidade de bebé, confiante nos braços de Maria, depois sucessivamente, notamos a aclamação e o ultraje dos homens com os quais ele partilha a existência, enfim, a sua paixão cruel e a sua morte numa Cruz. Jesus não responde aos seus carrascos. Ele ama em silêncio, perdoa e desculpa até. «Pai perdoa-lhes: Eles não sabem o que fazem…» (Lc 11, 34)

Efetivamente, Jesus suporta com amor as chagas infligidas, toma com ele os pecados de todos os homens, qualquer que seja a sua gravidade. Ele não se enfada de nos amar.

O seu amor é fiel. Não é flutuante e submisso a mudanças de humor segundo os acontecimentos do momento. «Não tenhais medo, nos diz São João Paulo II» porque para nos amar, Jesus não olha para os nossos pecados. Ele pede-nos de ter Fé n’Ele, Salvador Misericordioso. Espera-nos com paciência, por vezes toda a vida. Jesus deseja ensinar-nos a amar os outros à imagem do seu Amor.

Após a morte de Jesus na Cruz, «um dos soldados com a sua lança perfura-lhe o lado; logo sai sangue e água» (Jo 19, 34). Jesus mostra o Amor do seu Coração traspassado a Santa Margarida Maria em Paray le Monial (França), e mais recentemente no 20º século, à irmã Faustina na Polónia…

Ele pede a essas duas religiosas de rezar e oferecer as suas vidas para revelar uma vez mais ao mundo, o Amor sem limite do seu Coração. E diz-lhes que o seu Coração sofre por não ser amado ou pouco amado pela humanidade. Então «Permaneçamos n’Ele», mostremos-lhe que O amamos em cada dia com atos e na oração, acolhamos o seu Amor na profundeza espiritual do nosso coração, e testemunhemos dele à volta de nós!

Sentir-se amado e amar dá forças extraordinárias para viver.

Que o Coração Imaculado de Maria nos ajude a afastar as tentações e as malícias do demónio. Pois o medo que o homem suporta, vem dele, o discordante das nossas vidas, mas nunca da Deus. Deus dá-nos a Paz e a Alegria de Jesus Ressuscitado. É o que compreende a Pecadora (Luc, 36-50). Por isso ela dá muito amor a Jesus, prostra-se a seus pés, perfuma-o, inventa gestos de amor por Jesus. Ela é tão feliz de se sentir amada que Lhe manifesta o seu imenso reconhecimento.

Então boa e santa Quaresma neste Jubileu da Misericórdia!
Que a Páscoa seja para cada um, um fogo-de-artifício de Aleluias, recebendo a «Vida em abundância» de Deus Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo!

Thérèse Turlan-Delannoy
Coordenadora internacional

 

Équipes du Rosaire International
11 rue du Bois de la Chaînée
F-37530 SAINT OUEN LES VIGNES
FRANCE
Équipes International

Category:
Portuguese