O Rosário de Maria: um precioso tesouro espiritual

Jesus Cristo é o grande Mestre da oração. É na meditação dos Seus Mistérios que Ele se manifesta progressivamente, sempre com novas belezas e encantos para o pobre coração humano. Jesus Cristo é o Caminho, a Verdade e a Vida; através da meditação dos Seus mistérios subiremos, como levados pela mão, ao mistério insondável da Augusta Trindade das Pessoas Divinas, para atingirmos, enfim, a meta suprema: “A vida eterna, diz S. João, consiste em Vos conhecer, a Vós, único Deus verdadeiro e conhecer Aquele que Vós, único Deus verdadeiro, enviastes, Jesus Cristo”.

O Rosário de Maria, é, pois, a escada de oiro para subir a essas alturas beatíficas, a grande escola de progresso espiritual. Progresso que nos vai libertando do mal, para criar em nós uma paz interior que não é deste mundo. A oração do Terço do Rosário leva-nos a contemplar o Mistério do Filho de Deus, a Sua Misericórdia e o Seu Amor infinito por nós e só assim o coração se enamora dessa infinita beleza.

A meditação dos Mistérios do Rosário é uma comunhão espiritual, uma comunhão de desejo que nos prepara maravilhosamente para a comunhão eucarística. A graça da Eucaristia, como todas as graças, não é concedida senão a quem a desejar e quem mais desejar mais recebe; por isso, a glória do Céu tem graus diferentes.Ora, o meio de desenvolver o desejo de Deus, de dilatar o coração para mais receber, é meditar os mistérios de Cristo e de Maria e de comungar neles.
Comungando nas suas alegrias através dos mistérios gozosos, andamos alegres cá na terra e desejamos as alegrias do Céu. Comungando nas dores e tristezas dos mistérios dolorosos, encontramos bálsamo e alívio para as nossas dores e tristezas, aproveitando-as como purificação preparatória para a glória futura; enfim, comungando nos mistérios gloriosos, nos seus triunfos, temos a esperança certa de que com Cristo e Maria Santíssima ressuscitaremos e subiremos ao Céu. Aí está a grandeza do Rosário. É ele que mais nos aproxima da fonte da graça divina, de Jesus Cristo e nos traz unidos ao centro de toda a vida litúrgica da Igreja, que é a Eucaristia. O Rosário faz convergir toda a nossa vida interior para a Comunhão e o Sacrifício do altar, a Eucaristia.
A grandeza do Rosário consiste precisamente em não substituir o essencial – a Eucaristia – mas sim, ser uma preparação para ela e um complemento; complemento, sim, porque enquanto a Missa e a Comunhão nos unem sacramentalmente a Cristo Medianeiro, assim, o Rosário nos une espiritualmente a Maria Santíssima e por Ela a Cristo. Podemos e devemos recorrer ao Rosário da Virgem Maria, porque nos prepara e dispõe para recebermos melhor a misericórdia divina. “Missa bem vivida, Rosário bem rezado – diz Mons. Gaudel, - eis os dois grandes remédios atuais contra o mal”.

O Rosário de Maria é um precioso tesouro espiritual, por isso, é-nos tão instantemente recomendado, porque o tesouro imenso das indulgências e benefícios espirituais com que ele está enriquecido é-nos proporcionado como meio muito fácil para obtermos a misericórdia de Deus.

Category:
Portuguese